O que é a Astrologia

/O que é a Astrologia
O que é a Astrologia 2017-05-27T17:36:08+00:00

O que é a Astrologia e para que serve

A Astrologia estuda o reflexo do comportamento dos corpos celestes nas nossas vidas.

“O que está em cima é como o que está em baixo. E o que está em baixo é como o que está em cima”. Lei da Correspondência.

A disposição dos astros no momento do nascimento define as características e os processos de vida da pessoa.

“Nascemos num dado momento, num dado lugar, e temos, como os vinhos célebres, as qualidades do ano e da estação que nos viram nascer. A astrologia não pretende ir mais longe”. Carl Jung

A Astrologia deve ser utilizada como “ferramenta de autoconhecimento” e não para adivinhação.

Ao conhecermo-nos a nós próprios e a nossa natureza humana, saberemos como lidar com as situações mais complicadas que nos surgem na vida e compreender o seu porquê. Nada acontece por acaso.

“Os astros orientam, não determinam.”

Nada está escrito na pedra, somos nós que construímos o nosso futuro. O Universo trabalha para a nossa evolução. Cabe-nos a nós aceitar ou não as suas orientações.
A Astrologia permite colocar ordem e simplicidade no caos da experiência humana de cada um. Como não estamos conscientes da nossa natureza, de quem realmente somos e como funcionamos, sentimo-nos desorientados e com medo. O objectivo da Astrologia é tornar consciente todo esse processo para que assim seja definida uma linha de orientação para o seu trabalho pessoal.

Quem procura aconselhamento astrológico deve ter em mente o seguinte:

1. Um Astrólogo não é um adivinho. O trabalho do astrólogo é fazer a interpretação do mapa astral do cliente, e, com a sua ajuda, perceber como é que o mapa está enquadrado na sua vida para que possa aconselhar da melhor maneira. É um trabalho de equipa entre o astrólogo e o cliente com um único objectivo: ajudar no seu desenvolvimento pessoal.

2. A Astrologia não serve para prever eventos, mas sim fases do desenvolvimento da pessoa. Para que algo se concretize, é necessário que tenhamos uma acção participativa, pois somos seres com livre-arbítrio. O Universo dá-nos as ferramentas mas somos nós que decidimos como as usar.

3. Todas as suas escolhas e acções são unicamente da sua responsabilidade. Acima de tudo o que possa ser dito ou aconselhado deve sempre seguir a sua intuição, aquilo que lhe faz mais sentido. Não aceite “receitas” ou siga conselhos de alguém, a menos que lhe façam sentido e sinta que serão bons para si. Se abdicar dessa responsabilidade estará a viver uma mentira, estará a colocar a responsabilidade da sua vida nos outros e a construir uma realidade que não o faz feliz.

4. Todas as soluções são de dentro para fora. Isto é, o nosso bem-estar depende unicamente de nós próprios e não de terceiros. Astrologia diz que cada um tem de trabalhar o seu Eu para que gere frutos e consiga atingir os seus objectivos.

5. O cliente não deve procurar ajuda médica numa consulta de Astrologia. A Astrologia é apenas uma ferramenta de autoconhecimento, logo, qualquer problema físico ou psicológico que tenha, deve procurar ajuda junto dos profissionais das respectivas áreas e NÃO com um Astrólogo.